Destaques Lucas Von Opinião Torcida

INGRESSOS DE VISITANTE E A TRANSPARÊNCIA

Opinião de Lucas von sobre a dinâmica de vendas dos ingressos de visitantes
Compartilhe

Muita gente com passagem comprada para o Rio de Janeiro ficou sem ingresso para o jogo do Maracanã. Eram 4.000 para os gremistas, e a maior queixa é de que não teriam sido vendidos nem perto disso para o torcedor. O que aconteceu com boa parte dessa carga? Distribuída para conselheiros? Agências de turismo? Não sei.

Das inúmeras mensagens que recebi sobre o caso, creio que a maioria delas tocou num ponto que eu já reclamo há anos: transparência. Os tempos mudaram, não dá mais pro Grêmio – que vive uma ótima gestão, incluindo o elogiável trabalho do DTG – seguir parado no tempo nesse quesito. Acabou a Era do Coronelismo. Dos ingressos pros manda-chuvas, pra sei lá quem. Até porque vivemos uma Era de 100 mil sócios. Essa turma também tem seus direitos. Sobretudo o direito de saber o que está acontecendo nesses bastidores.

É justo conselheiro ter prioridade nos ingressos? Honestamente, não sei. Caso sim, uma carga muito inferior a que provavelmente vem sendo praticada nos últimos anos. Cansei de ficar sem ingresso pra jogos fora de casa e ver gente que conseguiu de conselheiros que nem conhecem – pelo amigo do amigo – que tinham 20, 30 ingressos na mão. Absurdo. É justo agências de turismo receberem? Também não sei. Eu acho que não. Que o torcedor compre seu ingresso avulso e contrate a agência pros serviços de aéreo, hotel, translado etc. Atrelar o ingresso a esse serviço é… Desserviço. O torcedor tem que poder escolher como ir, onde ficar etc. Mas também é discutível. E, caso se conclua que agências podem ganhar uma parcela, de quantos estamos falando? É outro debate. Eu diria que bem menos do que devem estar ganhando atualmente também.

E a Geral? Não sei também se ganham ou deixam de ganhar. Mas, honestamente, faz muito mais sentido uma parcela da carga ir pra esses torcedores do que para amigos de dirigentes, conselheiros ou agências. Primeiro que a presença deles nos estádios é benéfica ao time. E segundo pelo merecimento: os caras estão em todas, estão picando papel numa terça-feira à tarde, fazendo músicas etc. Pelo menos há um porquê. Mas que a coisa seja feita com critérios, claro. Quantidade limitada e bem definida, com nomes, tudo devidamente catalogado. E divulgado.

A solução? Não sei se há uma perfeita que agrade a todos. Pra mim, o critério da assiduidade ainda é o mais completo: quanto mais jogos o sujeito foi na Arena, mais chances tem de conseguir ingressos pros jogos fora. Na Europa fazem assim (já que gostam tanto de imitar). Não vai satisfazer o gremista que mora no Rio e queria ir ao Maracanã; não vai satisfazer o sócio que mora em Dom Pedrito e ajuda o clube mensalmente, mesmo não indo tanto ao estádio… Sim, eu sei. Não é o plano perfeito. Mas é um critério. E privilegia quem ajudou o Grêmio a chegar nessa semifinal de Libertadores. Quem empurrou no Brasileirão 2018, nos jogos ruins, nos médios, nos bons… Sem falar que incentiva o torcedor a ir mais à Arena. Não vejo critério melhor.

Mas, os critérios e opiniões que mencionei acima são papos para serem aprofundados em um segundo momento. Estamos um passo atrás ainda. NEM SABEMOS O QUE É FEITO E COMO É FEITO. O passo inicial é estabelecer transparência, não só em relação às cargas desse Flamengo x Grêmio, mas que esses processos sejam pensados de uma forma mais transparente daqui pra frente. O sócio gremista quer saber como a coisa está sendo feita, até pra poder opinar se concorda, discorda, se precisa ser mudado ou não. E pra evitar crises que talvez pudessem ser evitadas (e até eventuais injustiças de julgamentos) se houvesse mais informação. O que não dá pra aceitar é milhares de ingressos cedidos ao clube e, com 50 pessoas na fila, nem todas conseguirem ingresso; ao mesmo tempo em que o milésimo da fila online também não conseguiu. Aí é fazer o torcedor de bobo.

Saudações azuis, pretas e brancas.
Lucas von.

// PS1: recebi a informação de que o Grêmio vai se manifestar sobre isso. Faz bem o Grêmio. Espero que seja no sentido de ampliar a transparência nesses processos

// PS2: nesse vídeo de hoje (podcast), nos primeiros minutos falei sobre esse assunto:

 

TT @lucasvon
IG @lucas_von
FB /olucasvon

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Compartilhe

Você vai gostar disso