Destaques Grêmio

Guia da Partida: Uma vitória para honrar sua XERIFE!

A volante Kika poderá ter dois motivos para celebrar esse final de semana: o sucesso de sua cirurgia e uma vitória com gosto de classificação do imortal!
Compartilhe

Neste domingo, o tricolor dos pampas enfrenta a já rebaixada Ponte Preta, em busca de uma vitória essencial para a classificação ao segundo turno do Campeonato Brasileiro A1. Dessa vez, o time corre atrás dos 3 pontos sem uma atleta que, coincidentemente, desde que saiu do gramado de jogo lesionada, não viu o tricolor gaúcho conquistar uma vitória em sua ausência.

A volante Kika Brandino, foi do céu ao inferno em questão de minutos, ao sair do gramado lesionada enquanto o tricolor vencia o Iranduba. E, na última quinta-feira, realizou cirurgia no joelho esquerdo, após constatada a tão temida lesão de LCA (ligamento cruzado anterior), que fará com que a atleta fique fora do resto da temporada. Mas, como a própria atleta, que sempre demonstrou uma força e garra descomunal em campo, diz: é hora de (re)começar!

A Carreira Vitoriosa

A paulista de Conchal, Kimberlyn Damares Brandino, ou, simplesmente Kika, deu seus primeiros no esporte através do futsal. Mas, logo as quadras ficaram pequenas demais para sua grandeza e já aos 16 anos entrou com a camisa do São José, de São Paulo, nos gramados do futebol profissional. Com o manto do time joseense, a atleta conquistou um Campeonato Paulista e uma Copa do Brasil.

Em 2014, já se destacando, a atleta chegou na Portuguesa. Mas, após um tempo, deixou sua antiga paixão ao futsal falou mais alto e a jovem decidiu dedicar 2 anos (2015 e 2016) em projetos nas quadras. Porém, não demorou muito para que sua habilidade precisasse, novamente, de mais espaço, retornando para a Portuguesa em 2017, onde permaneceu por mais um ano, até chegar em pagos gaúchos, mas, dessa vez, com a camisa do Inter.

A versátil volante, que possui a garra de uma verdadeira xerife da defesa e chegou ao tricolor gaúcho esse ano, logo após conquistar o 2° lugar da Copa do Mundo de Futebol Universitário, foi a responsável por uma caneta e passe, que viajou por toda defesa adversária e encontrou os pés de Gisseli, para o gol da morte, que consolidou a vitória do imortal em cima da atual campeã nacional.

Desde que vestiu o manto tricolor pela primeira vez, não precisava um segundo olhar para reparar que as três cores lhe caíram bem. Que a garra, vontade, entusiasmo e entrega da atleta, unida com a força da mulher que é, entravam em perfeita harmonia com o espírito charrua e copeiro de quem nasceu para ser de Grêmio. É verdade que ela estará por estes pagos durante a rodada, enquanto as companheiras seguirão o rumo dos 3 pontos em São Paulo, mas, quem disse que a distância cartográfica pode separar a alma e sintonia de quem nasceu para lutar e vencer? O Grêmio entrará em campo por ela também, afinal, como bem sabemos, unidas elas são muito mais fortes!

Ponte Preta x Grêmio

Data: 04 de outubro de 2020
Horário: 15hrs
Local: Estádio Moisés Lucarelli
(Portões fechados)
Transmissão: CBF TV / Mycujoo

Arbitragem: Adeli Mara Monteiro
Assistentes: William Malaquias e Liliane Aparecida

Texto por: Mateus Waz

 

 

Foto: Divulgação/Grêmio
Divulgação / @BRfeminino
Foto: Morgana Schuh/Grêmio

Compartilhe

Você vai gostar disso